ANUNCIE AQUI 01

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 02

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 03

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 04

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 05

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

MOTO ROUBADA EM BACABAL YAMAHA DIA 19 DE AGOSTO DE 2017, DO CLUBE CANEÇÃO RUA 04 NO BAIRRO DA AREIA

Uma moto Yamaha ano 2011, YBR 125, de propriedade do Sr. Cutrim mecânico de bicicleta, cor vermelha, banco de cor verde. Placa OIX 3634 – Bacabal-MA. Foi roubada do Clube Caneção em Bacabal –MA, dia 19 de agosto de 2017.

Informações para o telefone (99) 08172-5166, vamos ajudar a encontrar esta moto, pois é de grande utilidade para o seu dono.



Redação/Rebelde Solitário

O SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE SÃO LUIS GONZAGA EM PARCERIA COM A PREFEITURA DE SÃO LUÍS GONZAGA DO MARANHÃO



O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Luis Gonzaga em parceria com a Prefeitura de São Luís Gonzaga do Maranhão. Acessa, Adesol E Acema Convida a sociedade civil, poder público instituições públicas e privadas, organizações locais e famílias para participarem de mais uma feira da Agricultura familiar agroecológica, que vai acontecer novamente, no dia 25 de agosto de 2017, sexta feira a partir das 16:00 horas, na Praça Pedro Carvalho. Bairro Mendes Junior,  uma realização do  Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de São Luis Gonzaga do Maranhão. A FEIRA AGROECOLÓGICA é uma estratégia de inserir nos Mercados locais os Produtos da Agricultura Familiar, trabalhados na base dos princípios da agroecologia. PARTICIPE. Não perca, traga sua família e amigos. Consuma produtos agroecológicos.


ASCOM: Prefeitura de São Luis Gonzaga do Maranhão



PREFEITURA DE SÃO LUÍS GONZAGA-MA ESTÁ REALIZANDO MELHORIAS NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA EM DIVERSOS BAIRROS DA CIDADE



A prefeitura municipal de São Luís Gonzaga do Maranhão está promovendo melhorias no sistema de iluminação pública em diversas regiões da cidade, visando proporcionar mais acessibilidade e segurança para os usuários.

O trabalho consiste na substituição de lâmpadas e dos braços de luminárias em alguns setores. Esse trabalho vem sendo realizado de forma a atender satisfatoriamente a demanda não somente no centro do município, como também nos bairros mais afastados da cidade e zina rural.

Lembrando que esta substituição de lâmpadas amplia a luminosidade, e proporciona melhor visibilidade, além de maior economia de energia. A administração municipal acrescenta que brevemente o benefício será estendido em todas as regiões da cidade.

Para solicitações, reclamações, a população gonzaguense poderá se dirigir até o escritório da empresa responsável pela Iluminação Pública do município localizada na Rua Manoel Carlos Goudinho, centro, ou através do telefone; (99) 98204- 6978.


Assessoria de Comunicação

DR. JUNIOR PREFEITO DE SÃO LUIS GONZAGA DO MARANHÃO. FAZ ASSINATURA DO PRIMEIRO CONVÊNIO FEDERAL DA GESTÃO JUNTO A CODEVAS


Mais precisamente no dia 14 de agosto de 2017. Dr. Junior. Prefeito de São Luis Gonzaga do Maranhão, faz assinatura do primeiro convênio federal da gestão, do Governo Construído uma Nova Historia, junto a Codevasf, emenda do Dep. Federal Alberto Filho aquisição de 2 pás mecânicas, que ajudarão muito a minimizar o sofrimento do povo gonzaguense, principalmente os da zona rural, Veja as palavras do Prefeito Dr. Junior. #juntosomosforte.

A Codevasf é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Integração Nacional, que promove o desenvolvimento e a revitalização das bacias dos rios São Francisco e Parnaíba com a utilização sustentável dos recursos naturais e estruturação de atividades produtivas para a inclusão econômica e social. Com a Lei Nº 12.196, sancionada em 14 de janeiro de 2010, passa a atuar também nos vales dos rios Itapecuru e Mearim, no estado do Maranhão. 

A Empresa mobiliza investimentos públicos para a construção de obras de infraestrutura, particularmente para a implantação de projetos de irrigação e de aproveitamento racional dos recursos hídricos. É reconhecida principalmente pela implantação de polos de irrigação, a exemplo do Polo Petrolina–Juazeiro.

Investe também na aplicação de novas tecnologias, diversificação de culturas, recuperação de áreas ecologicamente degradadas, capacitação e treinamento de produtores rurais, além da realização de pesquisas e estudos socioeconômicos e ambientais, entre outras ações. Um trabalho que gera emprego e renda para a população residente em sua área de atuação.





Parabéns Dr. Junior! Prefeito de São Luis Gonzaga e ao povo também

IMAGENS DO DIA




A MELHOR PARTE DA VIDA É CUIDAR DE QUEM A GENTE MAIS AMA O PAPAI

PAPAI. Você é o melhor homem do mundo e não importa para onde a vida me levar, seus ensinamentos e amor irão sempre comigo pai!

Uma homenagem da Equipe Blog REBELDE SOLITÁRIO ao PAPAI.
FELIZ DIA DOS PAIS

Da Equipe.
REBELDE SOLITÁRIO 

PREFEITURA DE SÃO LUÍS GONZAGA DO MARANHÃO - MA

                                                       FELIZ DIA DOS PAIS


O Prefeito de São Luis Gonzaga Dr. Junior, veio na Assessoria de Comunicação da Prefeitura São Luís Gonzaga do Maranhão Para  deixar uma mensagem simples e sincera a todas as famílias gonzaguenses e para os pais, e diz valorizamos nossos pais, veja vejamos a  mensagem, da Prefeitura, do Prefeito Dr. Junior, em forma de cartão..


PREFEITURA DE SÃO LUÍS GONZAGA DO MARANHÃO – MA.
Pois essa é a nossa homenagem a todos os papais gonzaguenses



ASCOM: Prefeitura de São Luis Gonzaga do Maranhão

SÃO LUIS GONZAGA DO MARANHÃO RUAS RECEBERÃO PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DO PROGRAMA MAIS ASFALTO

Prefeito Dr Junior acompanhado do Deputado estadual Vinicios Louro, vereadores e Secretários em visita, visitou às ruas que Receberão pavimentação asfáltica do programa mais asfalto Além de obras de infraestrutura da Rede Municipal.


Prefeitura Municipal de São Luiz Gonzaga
Administração.: Dr Junior



ASCOM: Prefeitura Municipal de São Luiz Gonzaga

REFORMA POLÍTICA PROPÕE EXTINGUIR CARGOS DE VICE-PRESIDENTE, VICE-GOVERNADOR E VICE-PREFEITO; SE APROVADAS, MUDANÇAS PODEM VALER PARA AS ELEIÇÕES DE 2018

Em meio à instabilidade e à divisão do Congresso em relação ao governo Michel Temer, um tema une a classe política: a necessidade de uma reforma nas regras para as próximas eleições, principalmente, as de 2018.
 
Para valerem já no ano que vem, as novas regras previstas para o pleito precisam ser aprovadas até 7 de outubro, ou seja, 12 meses antes das eleições do próximo ano.
 
Diante do prazo exíguo, três comissões da Câmara têm reuniões agendadas para esta semana com o objetivo de dar andamento às propostas.
 
Nesta terça-feira (8), a comissão especial criada na Câmara para elaborar propostas de mudanças no sistema político e eleitoral deve votar parecer do deputado Vicente Cândido (PT-SP) sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que, entre outros pontos, prevê:
 
. Possibilidade de revogação popular de mandatos eletivos;
 
Extinção da figura dos vice-presidente, vice-governadores e vice-prefeitos;
 
. Redução da idade mínima para candidatos a governador de 30 para 29 anos;
 
. Criação do Fundo Especial de Financiamento da Democracia (FFD) com recursos públicos;
 
. Eleição direta para as funções de presidente, governador e prefeito no caso de vacância nos três primeiros anos do mandato;
 
. Sistema eleitoral distrital misto para as eleições de 2022.
 
 
SAIBA MAIS:
 
 

Edmilson Moura

TRT-MA INAUGUROU NOVA SEDE DA VARA DO TRABALHO DE BACABAL


                                                           Por Rosemary Araújo

 
A Nova sede da VT Bacabal. O desembargador James Magno Araújo Farias, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA), inaugurou as novas instalações da Vara do Trabalho de Bacabal (Fórum Raimundo Benedito Amaral Martins), na manhã de sexta-feira dia 04 de agosto de 2017. A construção da nova sede foi realizada com recursos da União, tendo como objetivo reduzir despesas e impactar o menos possível o meio ambiente, e está prevista no planejamento estratégico do Tribunal, alinhada ao tema "Infraestrutura e Tecnologia" e ao objetivo "garantir a infraestrutura apropriada às atividades do TRT-MA” nas soluções de conflitos trabalhistas, com celeridade e efetividade.


A solenidade teve início com o hasteamento das bandeiras do Brasil, do Maranhão e do Município de Bacabal, ao som do Hino Nacional brasileiro, executado pela Banda Municipal Santa Cecília, sob a coordenação e regência do maestro Raimundo Portácio Carvalho Lago. As bandeiras foram hasteadas pelo desembargador James Magno, acompanhado pelo subsecretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia, Expedito Rodrigues Silva Júnior, representando o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino, e pelo procurador do Município de Bacabal, Ítalo Henrique Rodrigues Gomes, representando o prefeito do Município de Bacabal, Zé Vieira.
 


Em seguida, as autoridades que hastearam as bandeiras, o juiz Bruno de Carvalho Motejunas, titular da VT de Bacabal, e o advogado Thiago Diaz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB-MA), fizeram o desenlace da fita inaugural. Ao adentrarem as novas instalações, o presidente do Tribunal e o juiz titular da VT descerraram a placa comemorativa de inauguração.


O presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, disse ser uma satisfação participar desse momento de engrandecimento e de fortalecimento da Justiça do Trabalho, após todos os percalços que a Justiça trabalhista sofreu no ano passado, mas mantendo o compromisso com a sociedade e com a prestação jurisdicional. “Acima de tudo, não posso deixar de enfatizar a humanização no atendimento para todos os advogados e jurisdicionados. Isso tudo traz a proximidade que a sociedade espera do Poder Judiciário. Parabéns pela nova casa e parabéns pelo empenho em manter a qualidade dos serviços”, destacou o advogado. Presidente do TRT-MA e juiz titular da VT Bacabal descerram a placa comemorativa de inauguração.
 
 
O juiz Bruno Motejunas falou de sua alegria em participar de momento tão especial, quando não se trata apenas de um novo espaço físico sendo inaugurado, “mas é a renovação de um compromisso, a renovação de um ideal que representa a Justiça do Trabalho. Numa época de tantas desesperanças, de tantas notícias ruins, de tantos questionamentos sobre qual é o papel que o Estado deve ter, relembrar a importância da Justiça do Trabalho é essencial. Não por acaso, quando um cidadão fala ‘vou procurar meus direitos’, geralmente, ele está se referindo à Justiça do Trabalho. Aqui, temos um espaço de cidadania. Muitas vezes, é o único espaço em que o cidadão trabalhador pode, efetivamente, exercer sua cidadania, lutando pelos direitos decorrentes da sua força de trabalho, que muitas vezes é o único bem que ele tem. A Justiça do Trabalho foi criada com esse ideal de concretização da acessibilidade, de concretização do valor do trabalho e de concretização da cidadania desses trabalhadores”, enfatizou o magistrado.
 
 
O presidente James Magno iniciou sua fala agradecendo aos servidores que participaram de todo o processo de construção da VT e homenageando a Seção de Engenharia, na pessoa da arquiteta Nikole Melo de Mendonça, responsável pelo desenho do projeto inovador, que contempla uma nova visão de funcionalidade, de integração dos ambientes e variadas alternativas de sustentabilidade. Disse também que o projeto reflete a visão da atual gestão: inclusiva, humanista, uma visão sem barreiras. “A Justiça do Trabalho tem que ser uma justiça do povo”.
 
 
O desembargador analisou o modelo da Justiça do Trabalho brasileira, citando estatísticas relativas a quantidades de processos, valores de investimentos, cortes orçamentários, dentre outras dificuldades que a Justiça Obreira tem enfrentado nos últimos tempos. “Mas isso não nos desanima, pois a Justiça do Trabalho sempre foi uma justiça de luta e nenhum direito veio do nada. As greves, o repouso semanal, a igualdade de direitos vieram com os mártires da nossa história, num país que tem pouco apreço pelo Direito do Trabalho. O nosso Direito do Trabalho está focado no que há de melhor na OIT. Não há justiça mais moderna no mundo do que a Justiça do Trabalho brasileira, onde 100% dos nossos quadros já são digitalizados”.
 
 
Sobre as recentes ameaças de extinção da Justiça do Trabalho, James Magno destacou o papel essencial que esta Justiça Especializada exerce junto à população brasileira, na defesa de direitos: “É muito importante que nós todos juntos reconheçamos o valor da Justiça do Trabalho. Nós não podemos nos dar ao luxo, em nome de interesses menores, condenáveis, de querer propor a extinção da Justiça do Trabalho, que é uma justiça social, que está no Brasil desde a década de 30 e que ano passado recebeu mais de quatro milhões de processos, dos quais 55% sequer deveriam existir, porque dizem respeito aos empregados que são despedidos e não recebem sua rescisão contratual. Fato: por que no Brasil tem tanto processo trabalhista e no Japão não tem? Porque no Japão eles cumprem a lei”, esclareceu o magistrado.
 

Também prestigiaram a inauguração o juiz substituto exercendo a titularidade da VT de Bacabal, Luznard de Sá Cardoso; a secretária-geral da Presidência do TRT-MA, Joselena do Carmo Soares Pereira; a diretora-geral do Tribunal, Adriana Albuquerque de Brito; o subprocurador-geral e subprocurador regional do Estado do Maranhão, José Agnelo Rodrigues de Araújo; o secretário de Articulação Política de Bacabal, Rogério Santos; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Emprego, Renda e Turismo de Bacabal, Fabilson Barros; o vice-presidente da Fiema, Sirilo Arruda; a presidente da Seccional da OAB-Bacabal, Marlúcia Viana; o superintendente estadual dos Correios, Marco Antonio Marinho Prazeres; o diretor do Ciretran, David Ximenes; e prefeitos da região.
 

Localização
 
A nova sede da VT de Bacabal está localizada na BR 316, s/n, bairro da Areia, em frente ao Terminal Rodoviário de Bacabal. O Fórum tem o nome de “Raimundo Benedito Amaral Martins” em homenagem ao trabalhador da construção civil, falecido em 5 de agosto de 2011, vítima de acidente de trabalho ocorrido em São Luís. O Fórum era denominado anteriormente “Manuel Alfredo Martins e Rocha”, porém, em sessão ordinária realizada no dia 28 de fevereiro de 2013, o Pleno do TRT-MA aprovou a alteração, que foi implementada em 8 de novembro de 2013.
 
 
Jurisdição
 
Criada pela Lei nº 7.471, de 30 de abril de 1986, e instalada em dezembro do mesmo ano, a Vara do Trabalho de Bacabal tem jurisdição sobre os Municípios de Bacabal, Altamira do Maranhão, Alto Alegre do Maranhão, Bom Lugar, Brejo de Areia, Coroatá, Lagoa Grande do Maranhão, Lago da Pedra, Lago Verde, Matões do Norte, Marajá do Sena, Olho D'água das Cunhãs, Paulo Ramos, Pirapemas, São Mateus do Maranhão e Vitorino Freire. O juiz Bruno de Carvalho Motejunas é o titular da VT, atualmente exercendo o cargo de juiz auxiliar da Presidência. No exercício da titularidade, está o juiz substituto Luznard de Sá Cardoso. A equipe de servidores é formada por José Gilvan Mendes da Silva (diretor de Secretaria), Franciane Loiola de Oliveira, Francisco Carlos Ferreira da Cruz Júnior, José Francisco Lopes de Sousa Neto, Lívia Renata Monteiro Ramos, Lucas Moreira Melo, Lucia Cristina Souza Macedo, Ramilla Nayara Gomes Freire e Teresinha de Jesus Carlas de Carvalho. Para entrar em contato com a vara trabalhista, podem ser utilizados o telefone (99)3621-2469 e o email vtbac@trt16.jus.br.
 
 
 
 
Edmilson Moura

1 COPA RURAL DE FUTSAL


CRAS EM AÇÃO


JUSTIÇA ELEITORAL DE SÃO LUIS GONZAGA DO MARANHÃO



Revisão eleitoral em São Luis Gonzaga do Maranhão até 25.08.2017. Pois está sendo usada com o uso da BIOMETRIA, e comunica que o prorrogar do tirar do TITULO ELEITORAL, para dia 25 de agosto de 2017, é por causa da grande procura do documento. Informa ainda, que além da revisão dos eleitores que possui residência na cidade, está sendo realizado o primeiro alistamento do ELEITOR  que é a partir dos 16 anos de idade, e a transferência eleitoral, e caso o eleitor não faça a REVISÃO poderá sofrer consequências graves, como dificuldades de deixar de receber o bolsa família, bolsa escola e outro benefícios sócias do governo, não se inscrever ou tomar posse em concurso, não se matricular em escolas publicas, além de deixar de receber salário ou aposentadoria de função ou emprego publico, com a prorrogação o RECADASTRAMENTO ELEITORAL   se encerra no dia 25 de agosto,

E o atendimento ocorre de segunda a sexta feira, das 08:00 ás 18 horas,  no Cartório Eleitoral de São Luis Gonzaga, Localizado na Praça da Bandeira, antigo disquete previdência, e a distribuição de senhas ocorre a partir das 06:30 horas, e a capacidade de atendimento diário é de 200 eleitores.

Podem ser aceitos os documentos


  1. RG.
  2. Certidão de Nascimento (se solteiro) ou de Casamento.
  3. Carteira de Trabalho e Previdência Social.
  4. Carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal, controladores do exercício profissional (OAB, CRM, CREA etc).



     AGRADECE A JUSTIÇA ELEITORAL DE SÃO LUIS GONZAGA DO MARANHÃO

E A REFORMA POLITICA? BASE COBRA REFORMA POLÍTICA ANTES DE VOTAR A PREVIDÊNCIA



Reforma política deverá ser prioridade da Câmara nas próximas semanas. Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Casa, tem na agenda ainda reforma tributária e da Previdência.
JC Online e Agência Câmara de Notícias
Com mais consenso e, consequentemente, mais facilidade para ser votada, a reforma política deverá ser a principal pauta do Congresso durante as semanas que sucedem a votação pelo arquivamento da denúncia, por corrupção passiva, contra o presidente Michel Temer. A proposta, que ainda precisa ser aprovada em comissão especial da Casa, elabora mudanças já para o pleito de 2018, e precisa passar pelo plenário da Câmara e do Senado até setembro deste ano. Em meio à necessidade de reorganizar a base, o governo ainda pretende colocar em votação as reformas tributária e da Previdência, que devem voltar à discussão assim como projetos de segurança pública.
Leia Também
Em entrevista após se reunir com investidores em São Paulo, nesta quinta-feira (3), Maia afirmou que, após a decisão de negar autorização ao prosseguimento da denúncia contra Michel Temer, os deputados devem retomar os trabalhos tendo a reforma política como prioridade nas próximas duas semanas.
A proposta do relator da reforma política, deputado Vicente Candido (PT-SP), ainda precisa ser aprovada em comissão especial. Uma das mudanças é a criação do fundo público para financiamento das campanhas eleitorais. O relatório já foi apresentado à comissão em 3 versões diferentes, tratando das regras eleitorais, do sistema eleitoral e do financiamento de campanhas.
Na agenda da Câmara, segundo Maia, também está a reforma tributária, a qual um parecer prévio foi apresentado pelo relator, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), em fevereiro deste ano, e desde então o assunto está parado em comissão especial. O presidente da Câmara disse que pretende retomar esse debate para que a reforma tributária avance de forma paralela à da Previdência. “O Brasil perde muito em produtividade e em segurança jurídica porque tem um sistema tributário complexo, que gera custos absurdos para o setor privado”, afirmou.
 
Previdência
Já a reforma da Previdência deve de certa forma sofrer um escanteamento até que o governo consiga provar que possui os votos suficientes para aprovação da proposta. Maia ressaltou que, como demonstrou a votação sobre a denúncia contra Temer, o governo precisa reorganizar a base aliada. Para aprovar a reforma da Previdência, são necessários pelo menos 308 votos em Plenário. Na votação de ontem, o governo conseguiu 263 votos a favor de Temer.
“Se olharmos para três semanas atrás, [a votação da denúncia] foi um bom resultado para o governo. Mas, olhando para frente, o governo precisa se recompor para ter 330, 340 votos. Alguns deputados que apoiaram a denúncia não votarão contra as reformas, então isso precisa ser construído”, avaliou o presidente da Câmara.
Segurança
Já sobre a segurança pública, Rodrigo Maia informou que se reuniu há alguns dias com integrantes da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e pediu a definição de cinco ou seis projetos mais importantes.“Temos de ver o interesse da sociedade em projetos que endureçam a pena em alguns crimes, como utilização de fuzil, como acontece lá no Rio de Janeiro”, disse.
Segundo Maia, uma das preocupações dos investidores que participaram do evento hoje em São Paulo foi justamente a agenda do Congresso após a votação contra Temer. "O resultado de ontem no curto prazo não atrapalha a economia", garantiu o parlamentar.
 
O certo e é quando se fala em reforma politica quase todos os políticos são contra, e tem uma desculpa. É necessário colocar o povo no centro do debate. As principais regras do jogo político devem ser estabelecidas pelo povo, e não pelos jogadores. Hoje são os jogadores que criam as regras.
 
Que a Reforma politica não seja a bem dos políticos.
.
 

Edmilson Moura

E APÓS OFENSIVA COM DEPUTADOS, TEMER ENTERRA DENÚNCIA NA CÂMARA


Após uma intensa ofensiva nos últimos dias junto aos deputados, o presidente Michel Temer (PMDB) conseguiu que a Câmara dos Deputados negasse autorização para que fosse encaminhada ao Supremo Tribunal Federal a denúncia contra ele por corrupção passiva, feita pela Procuradoria-Geral da República. Com a rejeição, o peemedebista só poderá ser processado por essa acusação agora quando não estiver mais no cargo, a partir de janeiro de 2019.
Em uma sessão que começou às 9h do dia 02 de agosto de 2017 e que se arrastou durante todo o dia por causa de uma guerrilha travada pela oposição, que tentava impedir a votação ou ao menos adiá-la para o início da noite – quando os governistas teriam de se expor em horário nobre na TV- , o prosseguimento da tramitação da denúncia foi rejeitado no início da noite. O número mínimo de votos para a denúncia ser rejeitada foi alcançado logo depois das 20h.
O principal argumento usados por aqueles que votaram a favor do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendou o arquivamento da denúncia, era garantir a recuperação econômica, inclusive dando andamento às reformas propostas por Temer – além da trabalhista, já aprovada, o governo deve enviar as da Previdência e tributária. Outros argumentos foram a necessidade de dar estabilidade política ao país e a suposta fragilidade da acusação apresentada pela PGR.
O governo jogou pesado durante os últimos dias para garantir o mínimo de votos necessários para barrar a denúncia. A principal arma foi a liberação desenfreada de emendas para atender interesses paroquiais de deputados. Entre junho, quando a acusação da PGR chegou à Câmara,  e julho, R$ 4,1 bilhões saíram dos cofres do governo federal para os parlamentares – no restante do ano, a liberação tinha sido de apenas R$ 102,5 milhões. O uso de emendas para conquistar deputados prosseguiu inclusive durante a sessão, com o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, negociando pessoalmente, dentro do plenário, o atendimento às demandas dos parlamentares.
Temer também exonerou dez ministros que são deputados federais para que eles reassumissem os seus mandatos para votar contra o prosseguimento da denúncia – três do PMDB (Max Beltrão, Leonardo Picciani e Osmar Terra), dois do PSDB (Bruno Araújo e Imbassahy), um do DEM (José Mendonça Filho), um do PSB (Fernando Bezerra), um do PV (José Sarney Filho), um do PTB (Ronaldo Nogueira) e um do PR (Maurício Quintella).
A sessão foi marcada por troca de acusações e houve ao menos um momento em que parlamentares quase se agrediram no plenário quando Paulo Pimenta (PT-RS) falava e foi chamado de “babaca”. Na sequência, Wladimir Costa (SD-PA), o deputado que ficou célebre após tatuar o nome de Temer no ombro, passou a girar dois “Pixulecos”, bonecos de Lula vestido como presidiário – a oposição foi para cima e rasgou os dois bonecos.
Logo depois, Carlos Zarattini (SP), líder do PT na Câmara, passou a jogar para o alto dinheiro falso que a oposição havia levado em malas para simbolizar a mala com 500 mil reais com a qual o ex-assessor especial de Temer Rodrigo Rocha Loures foi flagrado correndo em São Paulo após encontro com Ricardo Saud, diretor da JBS – para a PGR, o volume era para Temer.
A NARRATIVA
Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, autor da denúncia, Joesley Batista se encontrou com Temer no dia 7 de março no Palácio do Jaburu, depois das 22h, fora da agenda, no porão do prédio, para tratar de assuntos de interesse do empresário, que gravou a conversa. O áudio foi entregue à PGR como parte de um acordo de colaboração premiada firmado por ele com o Ministério Público Federal – sua divulgação colocou Temer no centro do escândalo.
Ainda de acordo com Janot, Temer indicou Rocha Loures como seu representante para tratativas futuras com Joesley. Nos dias 13 e 16 de março, o empresário e o ex-assessor do presidente se encontraram para tratar de uma pendência envolvendo uma empresa de gás de Joesley que enfrentava problemas com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Para resolver a questão, os dois teriam acertado uma propina que poderia chegar a 38 milhões de reais – a mala com 500 mil reais teria sido, segundo a PGR, o pagamento da primeira parcela do acordo.
Temer ainda deve ser alvo de outras denúncias por Janot embasadas nas provas e indícios levantados na delação da JBS. Havia a expectativa de que o procurador-geral da República apresentasse mais duas acusações – por lavagem de dinheiro e obstrução de Justiça -, mas ele pode juntá-las em uma só peça. A nova denúncia teria que passar pela mesma tramitação da acusação rejeitada pelos deputados nesta quarta-feira.
NO PLANALTO
Temer passou o dia no Palácio do Planalto. De manhã, recebeu vários ministros – Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações), Henrique Meirelles (Fazenda), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Dyogo Oliveira (Planejamento) – e os governadores do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), e do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), além de deputados. Na parte da tarde, a agenda ficou vazia para que ele pudesse acompanhar a sessão na Câmara.

Arquivado em: Política


Edmilson Moura

PREFEITURA DE SÃO LUÍS GONZAGA-MA, SEGUE RECUPERANDO ESTRADAS VICINAIS



Aproveitando a época de verão, o tempo firme e sem sinal de chuvas, a Secretaria de Obras continua realizando o trabalho de recuperação das estradas vicinais que foram ao longo de muitos anos de gestões anteriores "destruídas" e abandonadas.

Esse trabalho de recuperação vem sendo bastante elogiado pelas comunidades que estão sendo beneficiadas nesse primeiro momento. A prefeitura de São Luís Gonzaga do Maranhão, através do prefeito Dr. Júnior, vem trabalhando de forma contínua para levar sempre o melhor aos Gonzaguenses.

Prefeitura de São Luís Gonzaga. CONSTRUÍDO UMA NOVA HISTÓRIA




ASCOM: Prefeitura de São Luís Gonzaga do Maranhão

FUNDEB: TEMER AINDA NÃO CUMPRIU ACORDO COM MUNICÍPIOS DO MARANHÃO


Fundeb: Temer ainda não cumpriu acordo com municípios do MaranhãoGoverno federal tem até o fim deste mês para depositar R$ 168 milhões nas contas das prefeituras. Verba é referente à antecipação da compensação do Fundeb.

Prefeitos e prefeitas de todas as regiões do Maranhão estão apreensivos. O governo federal ainda não cumpriu acordo firmado no último dia 11 em Brasília, no qual se comprometeu em depositar nas contas dos municípios, até o fim deste mês, R$ 168 milhões referentes a antecipação da compensação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Durante a reunião, acompanhado dos ministros Mendonça Filho (Educação) e Henrique Meirelles (Fazenda), o presidente Michel Temer deu garantias à bancada federal maranhense e ao presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, que haveria a antecipação aos municípios na ordem de R$ 168 milhões, resultante da complementação do Fundeb, por parte do governo federal, de todo o segundo semestre deste ano.

O acordo, segundo a ser celebrado, foi a forma encontrada para amenizar os problemas financeiros das prefeituras ocasionados pelo sequestro dos valores determinado pela portaria governamental.

No entanto, como até o momento o acordo ainda não foi cumprido, gestores municipais começam a ficar preocupados, principalmente no que diz respeito a não conseguir honrar a folha de pagamento do setor da educação.

A mesma preocupação também alcança o presidente a diretoria da Famem, que tem procurado por diversas vezes os representantes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Secretaria Nacional do Tesouro Nacional, mas recebido a informação de que a antecipação não poderá ser feita, uma vez que a medida, caso adotada, terá de beneficiar todos os estados e municípios da região Nordeste, o que causaria um impacto negativo nos cofres da União de mais de R$ 740 milhões.

Prefeitos e prefeitas de todas as regiões do Maranhão estão apreensivos. O governo federal ainda não cumpriu acordo firmado no último dia 11 em Brasília, no qual se comprometeu em depositar nas contas dos municípios, até o fim deste mês, R$ 168 milhões referentes a antecipação da compensação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Durante a reunião, acompanhado dos ministros Mendonça Filho (Educação) e Henrique Meirelles (Fazenda), o presidente Michel Temer deu garantias à bancada federal maranhense e ao presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, que haveria a antecipação aos municípios na ordem de R$ 168 milhões, resultante da complementação do Fundeb, por parte do governo federal, de todo o segundo semestre deste ano.

O acordo, segundo a ser celebrado, foi a forma encontrada para amenizar os problemas financeiros das prefeituras ocasionados pelo sequestro dos valores determinado pela portaria governamental.

No entanto, como até o momento o acordo ainda não foi cumprido, gestores municipais começam a ficar preocupados, principalmente no que diz respeito a não conseguir honrar a folha de pagamento do setor da educação.

A mesma preocupação também alcança o presidente a diretoria da Famem, que tem procurado por diversas vezes os representantes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Secretaria Nacional do Tesouro Nacional, mas recebido a informação de que a antecipação não poderá ser feita, uma vez que a medida, caso adotada, terá de beneficiar todos os estados e municípios da região Nordeste, o que causaria um impacto negativo nos cofres da União de mais de R$ 740 milhões.



Edmilson Moura