ANUNCIE AQUI 01

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 02

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 03

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 04

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

ANUNCIE AQUI 05

ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE DO BLOG PELA A PAGINA CONTATO E ANUNCIE EM NOSSO SITE!

Roseana Sarney e Lobão depõem à Polícia Federal na próxima quarta (29)

Alvos das investigações da Operação Lava Jato, a ex-governadora Roseana e o senador Edison Lobão, ambos do PMDB, devem prestar depoimentos à Polícia Federal e a membros da Procuradoria Geral da República no próximo dia 29, quarta-feira, em Brasília
De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, a defesa da ex-governadora do Maranhão entrou com um novo pedido de arquivamento do inquérito aberto contra Roseana no Supremo Tribunal Federal. Um outro pedido de arquivamento do inquérito já havia sido apresentado pelos advogados de Roseana em 12 de março, logo após a abertura das investigações.
Roseana Sarney é investigada em inquérito do STF por ter supostamente recebido R$ 2 milhões para sua campanha ao governo do Estado, nas eleições de 2010. O pedido de abertura de inquérito apresentado pela PGR ao Supremo é sustentado com base em depoimento do ex-diretor da Petrobrás dizendo que foi procurado por Lobão para fazer um repasse à campanha de Roseana.

Do: http://marrapa.com/

ASSASSINATO DO BLOGUEIRO DÉCIO SÁ COMPLETA 3 ANOS.


Já se passaram três anos da morte do jornalista Décio Sá, morto a tiros no dia 23 de abril de 2012, em um bar, na Avenida Litorânea. A morte do jornalista mobilizou várias associações no Brasil e no mundo.

Foram 12 acusados de participar do crime, direta ou indiretamente, mas apenas dois já foram julgados: O assassino confesso Jhonathan de Souza Silva, sentenciado a 25 anos de prisão em regime fechado, e o piloto da motocicleta que deu vazão a ele Marcos Bruno, condenado a 18 anos de prisão em regime fechado.

Os outros acusados já recorreram na Justiça, usando recursos para descreditar a decisão do juiz Osmar Gomes, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, que pronunciou que os outros acusados seriam levados à júri popular.

O empresário Gláucio Alencar Pontes Carvalho e José de Alencar Miranda Carvalho, filho e pai acusados de encomendar o crime (presos no Comando Geral da Polícia Militar); Shirliano de Oliveira, o Balão, acusado de dar suporte ao assassino (foragido); José Raimundo Sales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha, que sofre acusação de intermediar a contratação do pistoleiro (preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas).

Os policiais Alcides Nunes da Silva e Joel Durans Medeiros, acusados de participar de reuniões para tratar do assassinato de Décio Sá (em liberdade); Elker Farias Veloso, acusado também de auxiliar o assassino (preso em presídio estadual em Contagem [MG]); o capitão da PM Fábio Aurélio Saraiva Silva, o Fábio Capita, acusado de fornecer a arma do crime (em liberdade); Fábio Aurélio do Lago e Silva, o Bochecha, acusado de hospedar o assassino (em liberdade). São esses os acusados de participar do crime.

O advogado Ronaldo Ribeiro, que trabalhava para Gláucio e Miranda e é acusado de participação indireta na trama, foi excluído do júri popular por falta de provas.

Os recursos aguardam decisão judicial. Enquanto não for decidido, os julgamentos não poderão ter data marcada.

Décio Sá, que tinha 42 anos, morreu com cinco tiros, três no tórax e dois na cabeça. O jornalista deixou uma filha e a esposa, que estava grávida na época.

Edmilson Moura.

A atmosfera política do momento

Está faltando em média 18 meses para as eleições municipais, entretanto a oposição que tem a maioria de votos no município, como sempre já começou a se conflitar, ou seja, cada qual pensando em se. Agente coversando com o povo percebi-se que dessa vez  estão decididos a escolher somente um candidato da oposição e é claro, vai ser o que se apresentar com melhor chance de derrotar a situação.  O que tem se escutado na cidade e no interior se não for somente falácias, dessa vez os Carvalhos por meio do voto popular, vão ser escorraçados de São Luís Gonzaga.     

Imagens do dia.

Da serie o blog mostrando o descaso do governo local para com as coisas públicas e seus munícipes. Vejam na primeira imagem, de pouco em pouco os feirantes com seus próprios recursos vão fazendo o que o prefeito não faz. Na segunda imagem, naturalmente por medidas econômicas a administração local adota os animais como vigia das praças.   



GOVERNADOR ANUNCIA INVESTIMENTOS DE R$ 3 MILHÕES NO PROJETO SALANGÔ EM SÃO MATEUS-MA.


Na foto o Governador Flávio Dino junto com autoridades e o povo anuncia investimentos para a reativação do projeto de irrigação Salangô em São Mateus-MA.

O projeto de irrigação Salangô foi oficialmente reativado pelo Governo do Estado, na manhã deste sábado dia 18 de abril de 2015, quando o governador Flávio Dino também anunciou investimentos na ordem de R$ 3 milhões para o projeto, marcando a abertura da colheita 2015. A reativação do projeto Salangô beneficiará cerca de 457 famílias de agricultores distribuídas em várias associações.

O governador Flávio Dino explicou a importância econômica e social que o projeto representa para o Maranhão. “Vamos trabalhar com o propósito de garantir a revitalização deste importante projeto que estava abandonado a duas décadas e sempre foi visto de forma pejorativa. Portanto, chegou a hora de virar essa página e fazer do Salangô um exemplo, e eu assumo esse compromisso, quanto mais produção houver, mais investimentos eu conseguirei para o desenvolvimento do projeto”, disse o governador ao explicar que o Salangô está sendo retomado com recursos do Estado, fato que contribuirá com o melhoramento dos indicadores sociais.

Localizado no município de São Mateus do Maranhão, o Projeto Salangô foi iniciado, com um volume significativo de recursos da União e uma contrapartida do Governo do Estado, com o objetivo de ser o maior projeto agrícola de irrigação do Maranhão, na produção de arroz irrigado, frutas e hortaliças. O Salangô tem uma área total de 3.600 hectares, sendo 600 hectares para o plantio do arroz irrigado e 2 mil hectares para o regime de arroz sequeiro. O empreendimento foi concebido para operar com vários sistemas de irrigação, divido em setores, corrigindo problemas como a falta de local adequado para secar o arroz e maquinário velho e beneficiar cerca de 437 famílias de agricultores distribuídas em várias associações. Governo anuncia investimentos no Salangô´Planejado para ser o maior projeto de irrigação do Estado do Maranhão e um dos maiores do país, o Salangô ainda no início de sua construção, foi tomado pela corrupção e desvios de recursos. Dados colhidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público e pela Corregedoria Geral do Estado mostraram que o rombo chegou à quantia de quase R$ 70 milhões de reais, valor liberado para o projeto.

Para o prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão, a decisão do governador Flávio Dino em revitalizar o Salangô, mostrou que ainda é viável apostar nos projetos do Maranhão. O gesto, segundo ele, pontuou que com o incentivo do governo será possível transformar o Salangô em um dos maiores celeiros agrícolas do país com uma produção efetiva. “Em pouco mais de 100 dias o governador enxergou a importância do que é desenvolvido aqui e agora teremos a devida atenção que nunca nos foi dada pelas gestões anteriores. O investimento inicial será na ordem de R$ 3 milhões e isso nos ajudará a dar o pontapé inicial às ações do projeto Salangô, agora podemos afirmar com toda propriedade, esse é o governo da mudança”, ressaltou.

Segundo o secretário Municipal de Agricultura, Cloves Bernard, os agricultores tocavam o projeto com esforços próprios e por isso o Salangô acontecia de forma precária sem nenhum incentivo por parte do governo estadual. Ele contou que a espera por melhorias e investimentos já durava cerca de 20 anos. “Com a abertura oficial da colheita, iremos colher 9 mil toneladas de arroz sequeiro de 2014 a 2015 só do Projeto Salangô. O mais importante é que esse produto não ficará mais no município e será enviado para outras cidades e várias indústrias.”, disse ele.

O agricultor David Cardoso de Oliveira, 52 anos, contou que integra o projeto e está animado com a visita do governador Flávio Dino e o anúncio de revitalização do Sangalô. Ele contou que 437 famílias se utilizam dos 3.600 hectares para o plantio de arroz e cada saca coletada é vendida por aproximadamente R$ 38. “Temos o maior polo agrícola do estado e precisávamos apenas de um olhar atencioso por parte das autoridades competentes. Para a nossa felicidade o governador Flávio Dino nos enxergou e decidiu retomar o projeto apostando na capacidade que o Salangô tem e isso trouxe esperança para as famílias que dependem desse trabalho para sobreviver”, afirmou.

O vice-governador Carlos Brandão afirmou também, que o Governo do Estado tem interesse em revitalizar o projeto de irrigação Tabuleiro de São Bernardo, que junto com o Salangô somou quase R$ 300 milhões em recursos públicos federais. Ele afirmou que se ambos tivessem dado certo, duas das regiões maranhenses mais atingidas pela seca – Médio Mearim e Baixo Parnaíba – seriam beneficiadas diretamente pelos projetos de irrigação, o que alcançaria ao menos 14 municípios.

Edmilson Moura

Bairro Mendes Junior.


Da serie o blog mostrado as buraqueiras do centro de nossa sofrida e  explorada  São Luis Gonzaga. Estas imagens são de alguns trechos da Avenida Raposo Fortes principal rua do bairro Mendes Junior, que foi asfaltada e sinalizada há pouco tempo.





PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE DE BACABAL-MAa



A cidade de Bacabal-MA completa, no dia 17 de abril, 95 anos de emancipação política. Veja a programação divulgada pela Prefeitura da cidade.

Fonte: Assessoria da Prefeitura de Bacabal-MA
Edmilson Moura.

Bairro nova São Luis Gonzaga.


Demonstração da lambança administrativa, da seria o blog mostrando as aberrações da administração Carvalho. Vejam nestas imagens o estrago de um serviço que foi feito agora recente por nosso gestor municipal onde o qual seu slogan é trabalhando com responsabilidade. Entretanto isso é caso de polícia, o dinheiro do contribuinte vem com suficiência para fazer a obra, e o cidadão faz esta porcaria. Sem falar que ficaram duas ruas sem asfalto, e outras tantas inacabadas. Essa modalidade de corrupção deixa o cidadão honesto que paga seus tributos em dia indignado e com toda a razão.      






ENTENDA O PROJETO QUE REGULAMENTA AS TERCEIRIZAÇÕES


Criticado por centrais sindicais, mas apoiado por grande parte do empresariado nacional, o projeto de lei que regulamenta a terceirização dos contratos de trabalho foi aprovado na noite desta quarta-feira dia 08 de abril de 2015 pela Câmara dos Deputados, cercado de polêmicas.

O Congresso brasileiro aprovou um projeto de lei que regulamenta e amplia a terceirização por empresas privadas e órgãos públicos.

Com isso, as empresas e o governo poderão contratar terceiros para executar uma etapa de produção ou prestar um serviço, desde que seja especializada naquela atividade.

Controverso, o Projeto de Lei 4330/2004 gerou protestos de entidades sindicais. Ele tramita na Câmara dos Deputados desde 2004 e vem sendo discutido desde 2011. Após aprovado pela Câmara, será enviado ao Senado.

Principal ponto

Um dos principais pontos do projeto é a possibilidade da contratação de funcionários terceirizados para executar atividades-fim da empresa. Até agora, as empresas só podem terceirizar atividades-meio. Por exemplo: uma empresa que produz carros só podia terceirizar a limpeza e o serviço de alimentação de seus funcionários, mas não a montagem dos automóveis.

O PL 4330 muda a relação entre as empresas que contratam serviços terceirizados e os funcionários das empresas contratadas. Hoje, a contratante e contratada são acionadas na Justiça pelo funcionário que pleiteia seus direitos, como o depósito do FGTS e da Previdência, bem como horas extras e o não pagamento do salário.

Segundo o projeto de lei, o funcionário somente poderá processar a contratante depois de já ter esgotado todos os meios legais para cobrar seus direitos da contratada.

Contribuição sindical

É também uma das principais polêmicas, já que envolve o dinheiro da contribuição dos funcionários aos sindicatos. Segundo o projeto de lei, a contribuição sindical deverá ser paga ao sindicato da categoria correspondente à atividade do terceirizado e não ao da empresa contratante. Para o trabalhador, não mudará nada. Porém, isso poderá enfraquecer os sindicatos ligados à indústria e fortalecer os ligados às prestações de serviço.

Direitos dos trabalhadores

A empresa que contrata os serviços poderá estender aos terceirizados os benefícios que oferece aos seus próprios empregados. Os funcionários terceirizados só podem entrar em serviço após receberem treinamento e, ainda, não poderão ser deslocados para outras funções ou tarefas que não estiverem descritas no contrato.

Terceirização em empresas públicas

De acordo com o projeto, todas as esferas do serviço público poderão ampliar a terceirização de funcionários. Porém, esses funcionários não poderão exercer atividades específicas do Estado, como a fiscalização e regulamentação. A contratação não poderá ser feita por meio de pregão caso a mão de obra, no serviço pretendido, superar 50% do valor total contratado.

O que dizem os críticos

Críticos da proposta afirmam que os direitos dos trabalhadores poderão sofrer retrocessos caso o ponto principal seja aprovado, já que um empregado contratado para prestar um serviço não estará coberto pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Já a Central Única dos Trabalhadores (CUT) afirma que, se o PL for votado como está, a precarização nas relações de trabalho será indiscriminada no Brasil, afetando milhões de trabalhadores e abrindo caminho para que outros tantos sejam prejudicados.

O que dizem os defensores

Os defensores da lei dizem que a aprovação deve aumentar a formalização dos empregados e acabar com a insegurança jurídica em relação aos profissionais terceirizados. Eles alegam que há muitos terceirizados que ainda estão na informalidade. Para a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), três milhões de vagas poderão ser gerados com a aprovação do projeto.

Fonte: da BBC Brasil em Brasília
Edmilson Moura.

O símbolo da imoralidade administrativa.

Da serie o blog mostrando o antes e o depois. Os vendedores de frutas verduras e legumes cansaram de esperar pelo prefeito, e para não perder sua clientela se irmanaram e decidiram fazer com seus poucos recursos  esse trabalho que é de responsabilidade da prefeitura.   
Antes

Depois



Polícia Civil fecha fábrica clandestina de armas de fogo na zona rural de Bacabal


Após denúncia anônima recebida dias atrás, dando conta da existência de comércio ilegal de arma de fogo, no povoado São Antonio dos Vieiras, município de Bacabal, equipes da Polícia Civil de Bacabal e São Luís Gonzaga do Maranhão deram início as investigações e, na manhã desta quinta-feira (9), conseguiram constatar que de fato uma fábrica clandestina funcionava naquela localidade e pertencia ao senhor Walter Pereira de Sousa, de 51 anos.

No local os policiais apreenderam vasto material, como revolveres de calibre 32 e 38, espingardas de calibre 12 e 22, munições diversas, uma escopeta que passava por reparos, e máquinas usada na fabricação das armas. No momento da ação um cliente esteve presente para contratar os serviços oferecidos pelo fabricante, o que deixou ainda mais caracterizado o comércio ilegal de armas de fogo.
Trazido para a 16ª Delegacia Regional de Bacabal, o conduzido alegou que faz consertos em armas há mais de trinta anos, após aprender a profissão com o pai, porém, negou que comercializasse.

Atendendo o que determina o Estatuto do Desarmamento, foi lavrado um auto de prisão em flagrante em desfavor do mesmo pelos crimes de fabricação e venda clandestina de armas de fogo.

De acordo com informações do delegado Luigi Conte, titular do 2º DP de Bacabal, as armas estavam espalhadas por praticamente todos os cômodos do imóvel onde funciona a fábrica.

 Do: http://www.blogdosergiomatias.com.br/